6 on 6 de abril

Olá pessoal.
Voltei com o 6 on 6, porém em outro grupo.O antigo que participava deu um tempo, e eu realmente estava com saudades de fazer o projeto.
O tema deste mês de abril foi livre, o que me deixou um tanto aliviada,porque o mês não começou nada bem pra mim.Ando com a saúde bem frágil, passo mais tempo na cama, do que em qualquer outro lugar…
Então todas fotos fiz no meu quarto.
🙂 
 Do quarto consigo observar minhas flores, e elas andam  muito bem obrigada 🙂

  Minhas almofadas… foi divertido costurar essa de pelúcia, ela é tão macia!
 🙂

    Só posso dizer que é muito bom costurar seus próprios pijamas 
O Leandro resolveu do nada contar uma história bem triste (não sei porque ele fez isso)da Marta, de Ben;do livro As Nifas Do Vale do Gibran Khalil  Gibran. Prefiro histórias com final feliz.
Agora conheçam meus novos parceiros:

13 thoughts on “6 on 6 de abril

  1. Bem vinda! E já vou logo dizendo que fiquei com inveja de você saber costurar (queria saber também, ideias não me faltam). Bem vinda ao clube dos dodois que ficam de cama ta,bem. saushaushuahs.

  2. Que blog mais fôfo, gente!! *—*
    Morgania, seja bem vinda ao 6 on 6. Suas fotos são lindas e bem delicadas. Você costura? Sou apaixona pro trabalhos manuais também, só não sei costurar AINDA hihihi.
    Bjuus!

  3. Moorg's se ta dodoi? 🙁
    Essas florzinhas lembrou a minha infância. Eu e as meninas da rua vendíamos. Tinha um terreno vazio aqui que tinha milhares delas, rosa, roxa… hahahah são lindas!
    Melhoras pra você. Fique bem!

    Beijos

  4. Ôun, espero que você melhore rapidinho, viu? Ainda assim, as fotos ficaram lindas demais e seu quarto parece ser tão lindo que deve ser o melhor lugar do mundo pra se recuperar! <3

  5. Primeiramente quero lhe desejar melhoras. Que bule mais fofo, essas flores tem na pracinha onde moro, também não gosto de finais tristes. Suas fotos como sempre estão lindas.
    Beijos e melhoras

  6. Primeiramente quero lhe desejar melhoras. Que bule mais fofo, essas flores tem na pracinha daqui onde moro, também não gosto de finais tristes. Suas fotos como sempre estão lindas.
    Beijos

Deixe uma resposta para Faby Tsukino Cancelar resposta