De Vestido na Alegria e na Tristeza

Fez exatamente um ano dia 27 do último mês, que entrei no curso de Corte&Costura.

365 dias que durmo e acordo pensando no curso.Estou no auge da minha paixão, me sentindo leve me divertido, misturando cores,estampas.De repente, tudo o que não é costura parece tão sem graça, quase desinteressante.Venho de uma geração de mulheres prendadas, disso não posso reclamar, dessas que sabem de tudo um pouco, cuidar da casa da família,que vai desde a arar a terra a fazer uma lindo vestido de rodar.E como a fruta nunca cai muito longe do pé, comigo não poderia ser diferente.Costuro desde os 9 anos.
Minha primeira aventura na máquina?
Uma boneca que coloquei o nome de Florinha rs.Mas fazer bonecas, necessaire…sempre foi tão simples,que nunca precisei fazer cursos.
Mas com a roupa a coisa é bem diferente, sempre digo que é meu momento, Niemeyer.
O curso mais difícil que fiz até hoje, uma vez por semana e acreditem, só 3 horas de aula.O que mais me chama atenção  é a dedicação das professoras Izan e da minha querida Ray, que são perfeccionista com eu e faz tudo com muita dedicação. Sei que tem pessoas que costuram de qualquer maneira e acha isso super normal,veja bem eu não estou querendo me gabar nem nada, mas realmente, não acredito em nada que não seja feito com paixão,a distância entre o bom e o excelente é gigantesca.
 Confesso que já chorei, porque uma costura teimou em não sair perfeita, loucura eu sei, mas simplesmente não consigo deixar de qualquer jeito.
Eu tenho um compromisso comigo mesma,de tentar fazer o melhor sempre, de criar roupas de qualidade , que vicie, que injete humor no guarda-roupa,e tudo isso com preços amigáveis.
Pois meu sonho sempre foi fazer moda e nunca, jornalismo…mas a vida te prega muitas peças.
Mas mesmo sendo complicado entender a arte de modelar,vale muito a pena. 
Sair por aí com uma roupa feita por você, é quase tão bom quanto,olhar aquela vestido na vitrine, experimentar e dar pulinhos de alegria em saber que ele coube direitinho.
E um daqueles momentos únicos na vida.
Quando vou sair do curso???
Nem penso nisso, só sei que um ano não é o suficiente.Tenho tanto que aprender.
 E o meu conselho?
Procure saber o que você quer fazer, faça e  divirta-se com isso.Como eu com meu novo vestido, esse não é meu primeiro,mas como todo mundo sabe só agora tenho um blog pra chamar de meu 🙂 e essa será uma nova categoria  por aqui. A ideia é relatar um dia no curso, a escolha dos tecidos, dificuldades,dicas,(…)Espero que gostem.

19 thoughts on “De Vestido na Alegria e na Tristeza

  1. Primeira vez que vim aqui no seu blog e gostei muito, de verdade.
    Ano passado pensei em me matricular em um curso de corte e costura. Ainda tenho vontade de aprender,pois costuro toda na mão hehehe. Estou ansiosa para ver os próximos posts com essa categoria *___*.
    Muito lindo seu vestido, parabéns, quando fizer roupas para vender me avise hein!

    Essa semana eu realmente percebi o que amo fazer, e agora estou correndo atras, e me divertindo muito.

    Con amore, Donna Yellow ♥

    maybe yellow store

Deixe uma resposta