Eu tô (estava) em Minas Gerais.

Sério, jurei que começaria esse texto bem assim;  Oi pessoal! Tô em Minas Gerais.Porém , estou escrevendo em território federal mesmo. O motivo foi bem simples: estava em uma casa sem internet, completamente desconectada do mundo. O único minuto que consegui um sinal, durou o tempo de uma foto no instagram e trocar algumas mensagem com Daniele Tamara,lá do Sul (amiga valeu!).
No entanto,começou de uma maneira um tanto curiosa,minha primeira viagem do ano. Acreditem ou não, a parte mais legal, foi o trajeto até chegar a cidade- sempre foi a mais chata de todas pra mim. Agora por algum motivo essa coisa mudou, vai entender – Até o Orfeu que sempre ficava estressado, se comportou direitinho, enchendo meu coração de orgulho.
É verdade que encontrei pessoas queridas, conheci outras e tive o desprazer de conviver com alguns antigos fantasmas por algumas horas, mas faz parte dessa vida mortificante e entediante. 
No meio disso tudo, ainda teve uma festa de quinze anos,que dei uma ajuda básica – mas não fotografei; estou me recusando a fazer fotos em ambientes com pouca luz – cheguei a conclusão que não vale a pena,com minhas lentes atuais. E assim  não fico decepcionada depois, com fotos de péssima qualidade.

Primeira parada para abastecer e trocar de roupa; ficou muito quente de uma hora pra outra, e a essa altura já estava com saudade do clima frio de Brasília.

Espeto de frango empanado com aparência e gosto esquisito; por vias das dúvidas, acabei comendo um cheetos mesmo.
Encontrei esse fusca no caminho,tem carro mais fofo?

Suco de milho – a etiqueta está muito torta; acho que a pessoa que colou tem pouca ou nenhuma coordenação motora rsrsrs, mas o gosto estava bom.

🙂
E de uma hora pra outra o tempo mudou, e como dizem os mineiros: nur, mais o trem ficou bonito demais sô! Pena que durou pouco 🙁
 Esse opala bem que ficaria bonito na minha garagem – tenho um gosto antigão, não tem jeito mesmo.
E  o dia deu passagem a noite que vinha chegando…olha  esse  pôr – do – sol.
Sete horas depois estava em Minas.

Uma foto noturna da minha bola de pelo na pracinha.
Na sexta…
Minas = queijo.Biscoito de queijo,pão de queijo, roscas,pudins…tudo leva queijo, e você volta dez quilos mais gorda pra casa.
🙂

 Essa é a Pucca, que vive rosnando pro Orfeu.

Sexta-feira santa sem bacalhau, não vale.E se não fosse minha amiga Zilda eu teria um feriado frustado. O Felix deixou tudo melhor, ao me oferecer um vinho sem álcool,que ele mesmo preparou com jabuticabas do seu pomar. Então, eu ganhei o dia …Sério, o vinho é delicioso.

No sábado,fui ajudar na decoração do salão, e adivinha quem ganhou dois discos? Agora já são três pra minha coleção, estou precisando encontrar uma vitrola amarela urgente.
🙂

1.(foto) Forrei a caixa de presente e fiz um submarino de EVA. 2.(foto) Ajudei a Letícia com o segundo submarino de papelão; nesta versão as pessoas podiam colocar  a cabeça dentro das janelas para serem fotografadas. 3.(foto) Uma das mesas de doces.4.(foto) Detalhes do topo do bolo.
O resto foi festa…
Já na manhã seguinte…
Eu não ficaria triste, se pudesse viver nesta casa, sabe?
Declarações de amor pelos muros da cidade.
Encontrei um hiper gaúcho, e comprei essas pulseiras.

O que planejei fazer (e não deu certo):
* Post diários – sem internet isso não era possível.
* Fazer minha segunda tatuagem com o Tom; o mesmo que fez a primeira – feriadão em cidade pequena o comércio local fecha.

* Comprar um livro – como não gosto muito de artesanato local (souvenir) – precisa ser muito, mais muito legal para que eu mostre algum interesse por eles; prefiro um livro, isso já é lei;se estou em outra cidade, preciso comprar e levar pra casa.

* Ir ao cinema, que ficava pertinho da casa onde estava,só que no domingo  tinha um churrasco – nem estou comendo carne vermelha,mas seria uma falta de consideração não aparecer, ou seja  foi no minimo engraçado.

* Sair com a Izabella; a menina mais elegante que conheço.Na correria, a única vez que encontrei com a Iza foi na festa e bem rápido.

* E claro fazer fotos – mas o único dia que tive um tempinho por míseras meia hora foi no sábado(o comércio abre às 9:00 e fecha às 13:00) no centrinho local,para comprar alguns materiais para enfeitar a festa da Amanda; adorei ajudar na decoração,  mas foi chato não ter fotografado o que tinha planejado. O engraçado é que sempre tenho a impressão que viajo para ficar cansada; é sempre tudo tão rápido tão tenso.Eu nem bem chego, já tenho que ir embora.

Fica pra próxima!
E o que vocês fizeram neste feriadão?

22 thoughts on “Eu tô (estava) em Minas Gerais.

  1. Aaaaaaaaahhh eu também sou apaixonada por carros antigos ♥ adorei as fotos!
    E o Orfeu, acho que eu já disse isso, mas ele é igualzinho um cachorro que eu tinha que fugiu de casa :((( fico feliz e triste quando vejo o Orfeu hahaha

    1. Entendo o que você sente Elisa, antes eu achava que o Orfeu precisava, de mim.
      Mas hoje tenho certeza absoluta que sou eu que preciso dele. Ele é meu filho de quatro patas peludas, o grande amor de minha vida.
      Beijos

  2. Eu também viajei pra Minas no feriado. Morgânia, amei, amei as fotos da sua viagem. também sou louca por carros antigos, esse opala é lindo mesmo!
    Vamos marcar para fazer alguma coisa um dia desses? Podemos ir no Festival Varilux, que está acontecendo na Embaixada Francesa, ou então assistir a um filme, O palácio Francês, no Cine Libert (ganhei um par de ingressos para o filme, então se você quiser ir comigo xD, é bom que nos conhecemos e assistimos ao filme.
    Abraço, Ju!
    http://meufilmeviroulivro.blogspot.com.br/

    1. Fala sério!
      Claro que topo, adoro conhecer gente. E nem precisava ter nenhum evento e tal. Só a tua presença já está de bom tamanho.
      Me fala quando.
      Encontro mais que marcado JU.
      Beijos e obrigada.

    1. Camila, o Opala fez sucesso.Acho que deveria ter parado o carro e perguntado ao dono, quanto ele queria no automóvel.Voltava pra casa de carro cor de goiaba 🙂
      E com assim tu não gosta de milho???
      Nossa é tudo de bom.
      🙂

  3. Em que cidade de Minas você foi Morgânia?
    Nossa, Minas é algo fora do comum, eu amoooo
    Minha família é de Minas, de Teoflotoni na verdade, depois foram se mudando, alguns estão em Belo Horizonte outros foram para outra cidade rss
    Mas então, sou mineira apesar de não ter morada ai, sou mineira de coração e amoooooo Minas se fosse sair de São Paulo seria pra ir morar em Minas
    Eu costumo ir com minha irmã pra São Thomé das Letras conhece? tem muito bicho grilo, muita gente legal, um clima gostoso, cidade simples mas com uma comida maravilhosa, comida alquímica sabe é bem legal.
    Lindas as fotos, adorei o fusca(adoro fusca) e o Opala gente que lindo, só queria um desses mas ainda prefiro o Impala por motivos óbvios de ser louca, viciada na série Supernatural, melhor série do mundo rsss
    Muito legal, amei esse post
    Bjs mil

  4. Viajar é tão bom, né? Eu adoro Minas! E as pessoas de lá tb! Olha, adorei suas fotos. Eu tb não gosto de tirar fotos a noite pq não tenho flash externo. Vou tentar comprar no paraguai em junho se estiver em conta, pq esses acessórios de câmera são caros demais! Eu nunca bebi suco de milho, confesso que fiquei curiosa! E tb adorei sua foto, linda, linda! Tem que postar mais fotinhas suas! Ah, eu tb nunca vi vinho sem álcool! Deve ser muito bom mesmo!
    bjsbjs

  5. Ah, que demais!
    Meus pais são de Minas e eu simplesmente amo esse estado, me sinto mais mineira que muito mineiro, mesmo sendo paulistana haha a cultura, as cidades, o jeito simples é tudo simplesmente perfeito, né?!

    Quando vi a sua foto do ônibus da Gontijo me deu uma saudaaaaaaade… quando meu pai vendeu o carro eu viajava nas minhas férias com esse bus. Passava 17 horas na estrada *-*

    Eu também fiz uma postagem sobre minhas viagem pra Minas, na virada desse ano!
    Se quiser confere lá http://mimimiz.blogspot.com.br/2014/04/oh-minas-gerais-quem-tem-conhece-nao.html

    Beijos e seu blog é lindo demais :3

Deixe uma resposta para Franciele Caroline Cancelar resposta