Oi!

Rotina

setembro 3, 2014
Tardes abafadas: tenho a impressão de está dentro de uma estufa. O que me faz integrar mais com à natureza. É o único lugar que se consegue respirar direito nesta época do ano por aqui.Andei mais egoísta, sentir tantas dores pode fazer você ficar assim;mas é bom saber que isso é passageiro, o egoismo, não a dor…
A minha caixa de e-mail está lotada, e não tenho ideia quando vou responder.No entanto tenham paciência eu irei responder.
Essa atmosfera me faz ter vontade  de trocar o salto por minhas botas, o carro pelo cavalo e voltar pra casa de onde onde eu nunca deveria ter saído.
Memes que não consigo decidir se  faço, ou não.
Idas ao veterinário,minha Trilha andou doente 🙁
Fui ao café e perdi a hora da sessão de cinema,queria ver o Planeta dos Macacos, mas isso não significa que perdi o passeio.
Esperei para ser atendida no DETRAN.
Brasília anda lindamente florida.
Encontrei uma borboleta.
Comprei sementes de flores.
Comprei velas
Choveu um pouquinho.
Tive saudades de quem não conheço pessoalmente e de quem conheço.
Fui a festa de aniversário da pequena Beatriz. Já falei Trícia, mas preciso comentar outra vez: estava tudo perfeito, parabéns!
Voltei ao café.
Virei o sonho de alguém(então porque você não vem logo me conhecer dona Dani?)O que te impede? Minha casa está de portas abertas para você.Só não demora muito, a vida é tão breve…
Voltei ao cinema, no meio do filme Deus não está Morto,blecaute no shopping.Agora tenho cortesia para voltar e rever o filme com direito a pipoca; só não sei se quero assisti-lo, já que é um desse filme que você consegue entender a mensagem logo de cara.
Presentes chegaram aqui: do Espirito Santo,Bahia,Minas Gerias e do Rio Grande Sul.
Cobranças do tipo: Quando você vem conhecer minha terra? Que dia você chega? Quando eu vou te conhecer? 
No entanto só tenho um coisa a dizer: chegou sua vez doutora Patricia Becalli. Vou buscar aquele abraço que você me prometeu, lembra?
Capinei o jardim.
Deitei embaixo das árvores e peguei no sono.
Escutei minha tia Fátima por três longas horas no telefone Ela sempre tem tanto a dizer, e algumas conversas me dão calafrios. 
Pensei no meu pai e senti uma saudade danada daquele velho teimoso.
Andei mais sensível e muito mais sensitiva.  
E claro fotografei 🙂

You Might Also Like

8 Comments

  • Reply Fernanda Maria setembro 3, 2014 at 6:50 pm

    Mor, que fotos mais lindaaaas
    Eu tenho que largar a preguiça de pegar a câmera por que o celular tá do lado dai acabo tirando fotos com ele até ai ok, mas o tamanho das imagens fica um tantinho menor né.
    Lindas suas fotos sempreeee, amei a da borboleta, sempre quis que uma pousasse no meu colo ou na mão mas sabe,uma vez uma veio pousar no meu ombro mas me assustei e espantei ela…acho que depois dessa dificilmente alguma vem em mim de novo ehehehee
    Mas vira e mexe tem alguma me acompanhando e geralmente é branquinha, amo, só amo borboletas.
    Meu dia ficou um pouco melhor vendo suas fotos viu.
    Abraço grande e aaaaa
    Agora você fica lá na minha barra lateral do blog, depois vê e me diz se gostou como tá ( com sinceridade ein) to mexendo e tal pra ver como fica melhor ou se mudo e a pagina "Recomendo" vou por em lista por que as imagens estão carregando o blog…minha Header tá pesadona e não sei o que fazer, se diminuir fica feia, se mudar a qualidade também….naõ sei como se comprime fotos ou coloca no cache do google, não entendo necas rssss
    Abraço grande
    Bjs mil

  • Reply morgania setembro 3, 2014 at 7:21 pm

    Nanda eu gosto tanto de você.
    Você tem um lado tão meu.
    E sim, saia para fazer fotos, isso pode ajudar a você a ficar mais leve.
    Obrigada por colocar meu blog nos teus favoritos.
    E espero que você também possa fazer muitas fotos de borboletas.
    Beijos e se cuida!

    • Reply Fernanda Maria setembro 3, 2014 at 7:57 pm

      Também gosto muito ti Morg,
      Espero ainda te ver pessoalmente…ainda to sonhando com um final de ano eheheeee
      E sim, também espero, agora que vai começar a primavera vou lá no Horto tentar…com bastante repelente por que agora tem carrapato lá eu ein rsss
      Bjs e obrigada.

    • Reply Fernanda Maria setembro 3, 2014 at 8:00 pm

      Também gosto muito de ti Morg e sim, espero tirar muitas fotos ainda, mais agora que vai começar a primavera né, vou lá no Horto e tento, com muito repelente por que agora tem carrapato rss
      Espero ainda te encontrar pessoalmente, ainda to pensando num final de ano eheheheeee
      Bjs Mil Mor, abraço grande.

  • Reply Laura Nolasco setembro 4, 2014 at 12:05 am

    Como sempre, linda, doce e poética moça!
    A temperatura e a correria não têm sido muito amigas minhas também, e estou um pouco perdida de mim mesma. Rotina, pressão, auto exigência, turbulências… tudo tem me me afastado de mim mesma, mas as suas fotos e seu jeito calmo de descrever tudo me trouxe paz… obrigada!
    Beijos,
    A Menina da Janela

  • Reply Patricia Leardine setembro 4, 2014 at 9:17 am

    Uma foto mais inspiradora que a outra, adorei a flor brotando entre o tronco. Cada pedacinho de encanto com a fotografia ou com suas palavras me transportou para uma parte do seu dia, mas também do meu, lembrando cada detalhe que compôs o dia inteiro.

  • Reply Uma Interessante Vida setembro 5, 2014 at 1:05 am

    Seu post é tão inspirador, Morg! Amei a borboleta que você encontrou. Linda também a flor do tronco.
    Desejo que sua dor passe logo, entendo como você se sente. Sds de ti. beijinhos

  • Reply Lisa Cristine setembro 5, 2014 at 11:15 pm

    ei Morg, que atmosfera prazerosa é esta que está exalando em seu blog? NOSSA! <3 trocaria realmente por botas e um cavalo, viveria em paz e apenas uma boa companhia, não pensaria mais em tantos problemas da minha rotina, ai ai ai… você me deixou inspirada com a postagem; meus parabéns pela delicadeza do seu olhar nas fotos, um abraço enorme.

  • Leave a Reply