Mil Fotos Pra Você Ronronar

Orfeu, o Café

janeiro 27, 2018

Este post era para mostrar o café que leva o nome do meu cachorro Orfeu (achei isso sensacional) porém o Benedito, cismou que apareceria nas fotos, mesmo sem ser autorizado; mesmo que a homenagem não tenha sido para ele; mesmo sem saber o que significa café – não que o Orfeu (o cachorro e não o café) saiba.

Nossa isso aqui ficou meio confuso, não é verdade?

Mas o Orfeu “o cachorro” não gosta mesmo de tirar fotos, então o B aproveitou para mostrar suas habilidades como modelo. No entanto as fotos ficaram meio tremidas, já que o Benedito estava de olho em alguns pássaros na hora da sessão de fotos.

Sabe como é, o instinto é sempre mais forte.

Enfim, o café Orfeu é gostoso, o Orfeu é gostoso e o modelo mais gostoso ainda, porque se tem coisa melhor que bichinhos e café eu não conheço… Ok,  tem sim: cobertor, meias quentinhas, dias de chuva, beijo, abraço de quem você ama, pitanga, melancia, buganvília, borboletas, pássaros, máquina fotográfica … Mas isso são temas para outros posts.

Por enquanto aproveitem um pouco de amor felino por aqui 🙂

Ps. Este não é um post patrocinado, só fiquei mega feliz em encontrar um café com o nome do meu amor 🙂

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Janeiro

janeiro 2, 2018

Sobre desenhar, costurar e bordar dois amiguinhos para o Benedito – ficar ansiosa para mostrar para ele o resultado e ele simplesmente ignora-los. O bichano virou para o lado da cama e continuou dormindo, aproveitando esse tempo bom de chuva lá fora hahahah!

Não posso tirar a razão dele…não mesmo!

A verdade é que ele prefere abraçar o Orfeu quando ele não está esperando, que também não dá a mínima para ele, a expressão em seu rosto é sempre de um desprezo perplexo.

Amar quem não te ama é complicado Benedito…

Mais fotos aqui Faby Tsukino 

Beijos 🙂

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Dezembro

dezembro 2, 2017

Termino o ano com um novo projeto, uma declaração de amor silenciosa e provavelmente uma gigantesca aventura; aprender a fotografar  ainda é um desafio, principalmente falando de fotos analógicas. No entanto, muito ansiosa para capturar fragmentos cotidianos do ser humano: vida, amor, solidão, verdades e mentiras…

Agora vamos para o blog da Faby Tsukino 🙂

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Outubro

outubro 4, 2017

O projeto fez um ano Faby, e mais um vez o meu atrasou, e a culpa é só minha, ando confusa sobre essa coisa da vida ser um grande jogo, e estou  bem cansada de tudo sabe?

Essa semana vou sair da cidade; meio sem rumo, como costumo fazer, só que na companhia do George Harrison.

Parece uma boa ideia, não acha?

Mas sobre o projeto aqui no blog da Faby Tsukino

🙂

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Ora Ora Ora Sua Tola!

setembro 6, 2017

O projeto atrasou alguns dias, no entanto pude bordar a tristeza e o gosto amargo das mentiras que tenho engolido por anos de muita gente a minha volta.

Tenho me perguntado quando irei tomar vergonha na cara…

Ora ora ora sua tola, chegou a hora! (essa é minha lúcida e sábia consciência falando).


Fotos da Faby aqui

100ml de diversão Mil Fotos Pra Você

Vá de Kambosa…

agosto 25, 2017

Esse é o Pedro e a sua Kombi. A Kombosa nome que ele carinhosamente chama seu local de trabalho, é meio biblioteca, meio café e loja de discos de vinil.  Mas tem um diferencial importantíssimo: cada dia ele é privilegiado por uma paisagem diferente, sério, isso é meu maior sonho de consumo. EU QUERO TRABALHAR ASSIM!Está ouvindo universo?

E o mais legal vou te contar agora: além do cappuccino ser uma delícia (ele chega para mim, bem morninho, é que eu não dou conta de beber nada quente, sou uma negação neste sentido, rsrsrs), você escuta uma boa música que o Pedro faz questão de colocar na vitrola enquanto você escolhe os livros no sebo, aííí gente; é amor que alimenta alma corpo e coração. Adoro gente criativa, inteligente e que pensa fora da caixinha!

Meus novos livros, de escritores aqui de Brasília 🙂

Buraco do Jazz


Onde encontrar:

Por ser um truck, você precisa seguir a Kombosa  pelo instagram aqui para saber qual a próxima parada.

Ps. Este não é um publieditorial.

🙂

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Agosto

agosto 2, 2017

Juro, que tinha em mente outro tema que não fosse o Benedito, para o 2 on 2 desse mês de agosto. Passei dois dias bordando umas ilustrações que acho que ficaram bem bacanas. Porém foi encostar no notebook para o B começar o jogo de sedução dele – A verdade é que o B sabe me hipnotizar. Ele fica fazendo um bilhão de poses fofas e não consigo pensar em outra coisa a não ser o quanto ele é perfeito, fofinho, lindão e como gostaria que meus cachorros: Orfeu, Trilha e o Valente ficassem alguns minutinhos posando para minha lente, mas a galera simplesmente me ignorara;o que eles querem é sair correndo e rolar pela grama…

E o Benedito sei lá como descobriu essa minha fraqueza por poses de gatinhos. A  coisa anda tão seria que cheguei a cogitar trocar o nome do blog para Benedito O Gato. No entanto,  vou apenas fazer uma categoria para ele aqui.

Porque de uma coisa tenho certeza: aqui vai rolar muita foto desse bichano.

O B sabe o quanto ele é gato e se aproveita disso…

Agora corre para o blog da Faby Tsukino 🙂

Bjs!

Fotos Para Guardar Mil Fotos Pra Você

Fotos Para Guardar

julho 27, 2017

 

As mudanças realmente são contínuas, tudo a nossa volta se modifica a todo instante. Por esse simples motivo voltei a guardar a história à moda antiga. Evidentemente não abandonarei a maneira atual ou seja : digitalmente falando. Porque estou muito longe de chegar aos resultados que eu Morgânia considero “perfeitos” para fotografar.

Mas sabe com é, mesmo que lá no fundo da minha alma, não acredite nesta tal perfeição, o ego, aquele sentimento malvado do mal, sabe do que estou falando né? Então, ele sempre quer um pouco mais, e as vezes mesmo sabendo que estou errada quero alimenta-lo, quando eu sei que deveria deixa-lo morrer de fome.

E estou precisando mudar, trabalhar a ansiedade que tira minha paz, um pouco todo santo dia e as mudanças mesmo que singelas, fazem parte da vida e costumam trazer consigo uma etapa diferente para nossa existência.

Fotografar sem saber o que vai acontecer, ter paciência de esperar a foto surgir, entender e aceitar que a foto ficou escura ou por muitas vezes clara demais, aceitar e dizer –  está tudo bem.

Trabalhar com o ISO 800, mais flash (a instax 8 não permite mudar estas funções, são fixas) ligado, fazer cálculos malucos de matemática tem me ajudado nesse processo. Tem sido um enorme exercício para aceitar todas as minhas limitações. E chegar no final do dia e dizer: hoje não deu, amanhã vai ser melhor e depois de amanhã e depois e depois…

Ainda tem todo aquele lance de dar  importância  a simplicidade das pequenas coisas da vida, do cotidiano, sem retoques, meio torto, fora de foco, por que na real: tem quer ser muito ingênio para acreditar em vida perfeita não é verdade?

Não estou querendo dizer com isso que sou um exemplo criativo de descomplicação da vida, e que essa é a maneira que todos podem descomplicar suas vidas. Não mesmo, cada um descobre em algum momento da vida como fazer isso sozinho. Esta foi a minha maneira de fazer algo para tentar me deixar menos ansiosa de me cobrar tanto. Com essa experiência tenho enriquecido meu espírito com paisagens que me rodeiam, só que de uma forma mais lenta.

E foi na manhã de 22 de julho em Pirenópolis “a cidade do Amô” que comecei esse projeto.

Como já mencionei, quero muito guardar a minha história de uma forma diferente, com direito a colecionar as fotos dentro de uma lata de bombons, mas pode ser de biscoito também… porque no fundo não tem problema.