Browsing Tag

vida

2 on 2 Mil Fotos Pra Você

2 on 2 – Outubro

outubro 4, 2017

O projeto fez um ano Faby, e mais um vez o meu atrasou, e a culpa é só minha, ando confusa sobre essa coisa da vida ser um grande jogo, e estou  bem cansada de tudo sabe?

Essa semana vou sair da cidade; meio sem rumo, como costumo fazer, só que na companhia do George Harrison.

Parece uma boa ideia, não acha?

Mas sobre o projeto aqui no blog da Faby Tsukino

🙂

Mil Fotos Pra Você

A Quem Interessar Possa!

junho 16, 2015

 

Respondendo aos e-mails sobre meu provável sumiço.

Então; eu não sumi –  ainda me encontro neste plano físico.Só não sei se isso é uma boa ou não. Às vezes não me parece ser uma ideia tão ruim assim. Bem, como vocês notaram eu não tenho colocado nada de novo em meu blog. Honestamente ando me sentindo meio sem inspiração e desmotivada para fazer qualquer coisa. No entanto,muito obrigada aos que delicadamente me mandaram mensagens, e-mails… Vocês me mantem em alerta de certa forma, para continuar.E isso é muito bacana!
De resto, não fiz nada mais do que o habitual : hora estou em casa, hora estou na fábrica .Falo pouco, como quase nada e tenho uma vontade anormal de dormir, e nem vejo mais meus amigos…Acho que minha mãe e todo o resto andaram falando a verdade “Morgânia você vive eu seu mundo particular, e isso não é legal”.
Acho que vou viajar, sair um pouco, quem sabe conhecer gente nova não me faça bem, né?
Mas deixo aqui alguns registros do que andei fazendo,nesta última semana.
Ganhei  flores 🙂

 

 

 

Achei sensacional essa reportagem da revista Veja.

 

 

Andei  brincando com meus carimbos; eu realmente estou pronta para fazer minha próxima tatuagem.

Acordei com essa mariposa na minha cama.

 

 

Ando apaixonada por meu colar de cristal

Fiz algumas fotos, mas realmente não estou gostando delas, coloquei na cabeça que quero uma máquina e lentes novas. Ando namorando a 70D da Canon há um tempinho…

Sobre ter encontrado o melhor vinho deste inverno, revelar fotos e enviar cartas…

Carta para Fernanda 🙂
E muita música para acalmar a alma…
Beijo!!!
🙂
Ps. a primeira foto não tem nenhum efeito; só estou na parte externa da casa,no meu quintal pra ser exata; e achei engraçado como na porta de vidro aparece tanta informação.

 

Oi!

Pequenos Prazeres Em Dias Cinzentos.

junho 17, 2014
Quando encontrei esse galho de primavera no começo da semana não sabia que ele poderia render fotos coloridas para os dias cinzentos, frios com ventos uivantes; aqueles que fazem sua pele arder, sabe?.E haja,lip balm,casacos quentinhos,meias,luvas,cappuccino…
Em dias assim procuro ficar fora de casa, saber até onde posso aguentar, mesmo que isso me leve a ter um resfriado: uma ideia nada inteligente,porém é mais forte que eu. E só estava 16° não dava pra matar ninguém.
Depois foi só um bom motivo pra tomar um banho quente,terminar meus trabalhos manuis e preparar um chá pra esquentar : corpo,alma e coração.
Confiram uma seleção de fatos e fotos que fiz para espantar o frio:

 *Colher as folhas secas descalço,só pra sentir o chão gelado.

*Colocar comida para os pássaros
Aqui sempre tem muitos pássaros voando,mas nunca dei conta de fazer uma foto digamos assim: digna.Agora que tenho um comedouro com muitas sementes coloridas espero que eles me visitem com mais frequência,na verdade eu já recebi alguns: rolinhas,sabiá,bem-te-vi,joão-de-barro e pardal; no entanto eles não querem saber de ser fotografados, mas eu sei que  vai levar um certo tempo até eles se acostumarem com a minha presença.

 
* Preparar chá

 *Costurar roupinhas de criança

Tecidos engraçados me motivam a costurar, e agora a pequena Isadora tem pijamas confortáveis. Não vejo a hora de ver a cara da Michelle quando receber todas elas.Espero que a Isa tenha doces sonhos…

*Tricotar
Minha gola de tricô ficou pronta: simples e com um pequeno botão forrado que posso trocar por qualquer outra cor,quando bem entender 🙂

*Procurar e encontrar um café bonito pelo caminho

 Piso de madeira e pés palito, tem coisa mais apaixonante?

*Fotografar gente que não conheço sem que elas percebam

E meu amor relaxando em meios as almofadas no fim do dia.
Em resumo: até mesmo em dias cinzentos,é possível encontrar algum tipo de prazer, por menor que ele seja, vale cada esforço…
🙂

Oi!

Rotina De Um Domingo In(Comum)

junho 10, 2014
O Orfeu me acordou às 5.00 da manhã em pleno domingo.Ao invés de voltar a dormir,achei melhor ir pro Mc. Enquanto tomava meu pequeno café, tentava decidir o que faria no decorrer do dia; fim de semana foi feito pra aproveitar, ir pra rua.

Na volta,passei no mercado, queria fazer um macarrão,nada muito elaborado: só um espaguete,com molho vermelho e um vinho.Demorei mais do o que de costume.O problema é que sempre me perco no meio da adega – sou observadora dos lugares das pessoas e de toda as sensações que isso me provoca: lugar escuro,frio,som ambiente,um mundo de garrafas, só fico imaginando como seria excelente ter um lugar assim.Porém o meu teria alguns livros espalhados, um sofá aconchegante e  uma manta bem quente.
Antes mesmo de acabar de escolher,um amigo das antiga, liga, porque estava precisando de ajuda.O carro dele tinha perdido o motor literalmente.Isso mesmo, o carro é tão velho,que a peça que prende o motor saltou e ele caiu.
Na pressa não deu tempo de pegar macarrão, nem molho.Voltei pra casa só com o que já estava no carrinho; queijo,vinho,cerveja e a batata.

Depois de muitas tentativas,o carro não saiu do lugar.O melhor a fazer foi deixar o pobre coitado estacionado e tentar achar um mecânico no dia seguinte.
De uma hora pra outra ficou tarde,bateu preguiça pra tentar fazer qualquer coisa fora de casa.Por fim, me virei com o que tinha.

Pequenos momentos como esses, onde as coisas nem sempre saem como planejado – disso é feita a vida; me impulsionam a pegar  minha câmera e fotografar: pra aprender,pra melhorar e quem sabe achar minha verdade…  

🙂
100ml de diversão Oi!

Essa é só mais uma história de amizade…

janeiro 25, 2014
Graças à internet, às redes sociais hoje
podemos manter um novo modelo de relacionamento, isso não é mais novidade pra
ninguém. Vivemos uma era onde adoramos compartilhar informações, conteúdos e
momentos especiais com outras pessoas.
E foi em uma dessas muitas vezes
que em um dia qualquer lá em 2010 que a Gabriela comentou em uma foto na minha
galeria do Flickr(santo Flickr).E nos tornamos amigas.
Desde então muita coisa
aconteceu, novas redes sociais surgiram,a vida levou a gente para rumos
diferentes,e ela ao contrário de mim, deixou de postar na sua galeria. 
Ano passado acabei encontrando a
Gabriela no instagram. E voltamos a nos  falar com mais frequência.
No começo do mês, para minha
surpresa, assim do nada recebo uma foto do Congresso Nacional da Gabi.
Aquilo só poderia significar uma
coisa ela estava aqui, e como assim não falou nada?
Ela explicou que o pai resolveu
tudo de última hora e como ela é tímida ficou com vergonha de falar comigo, e
dizer que estava vindo pra cá.Independente da timidez da minha amiga tratei de
marcar um encontro. Seria loucura perder a oportunidade de conhecê-la
pessoalmente.
Meia hora depois estava eu,lá no
shopping,com o coração disparado.Não tem como conter a emoção, pois neste
momento pode acontecer um divisor de águas.Ou tua amizade decola para sempre ou
 vai cada um pro seu canto. Não preciso dizer que qualquer tipo de
relacionamento só funciona quando existe química. O que é extremamente normal,
pessoas são como fios: se cruzam, enlaçam, rompem, e se alinham novamente, ou
não,mas no fundo no fundo você quer que fique tudo como antes, só que melhor.
A Gabi parece uma bonequinha de
porcelana, dessas que você tem medo de quebrar,sabe? Só que isso não me impediu
de abraçar várias vezes a Bibi,precisava saber que era real.Mesmo sendo um
encontro vapt-vupt,correu tudo bem e a amizade está cada vez mais forte.De
quebra ainda conheci toda a família, que foi extremamente simpática comigo.
Com um ano começando assim,só posso acreditar em dias melhores.
Ps. Preciso agradecer a Letícia
a irmã da Gabriela que foi um doce e tirou algumas fotos(menos a primeira) para
este post.Espero encontrar vocês outra vez meninas.
Por hoje é isso
pessoal, e sim eu já estou curiosa para saber qual a próxima pessoa virtual que
vou conhecer.
Desejo um fim de semana maravilhoso para todos!

Oi!

Aleatoriedade

novembro 11, 2013
Comprei flores, ganhei flores.
Revelei fotos,
Brinquei com meus filhotes.
Comi besteiras.
Comprei livros e também um óculos.
Fotografei.
Vontade de ir ao cinema(só vontade).
Senti saudades de gente que não conheço(ainda).
Senti dores.
Chorei de felicidade.
Fui ao correio.
Respondi todos os e-mails,comentários do blog, instagram,facebook flickr… 
Gravei muito,e mesmo assim tenho muito pra gravar.
Disse um oi pra minha irmã.
Levei o Orfeu pro Pet, e depois o Valente.
O jardineiro capinou o jardim e o quintal, a grama tá verdinha.
Choveu, fez calor, muito calor e voltou a chover.
Assisti muitos filmes.
Shopping.
Comida Árabe (minha preferida),o mesmo vale pra cultura e música.
A atendente de uma loja gostou da minha tatuagem, vontade de fazer outra, tenho o desenho mas não consigo decidir o local.
Promessa de pegar a Mallu na casa da Lou 🙂
Fui na padaria, no mercado e na loja de MDF.
Mensagens da Sandra :)))
Ouvir música.Orei.Meditei.
Vontade de viajar pra Pirenópolis. 
Telefonei para os amigos.
Na pizzaria encontrei gente que não conheço e que me fez rir, gosto disso.
Mais saudades, ah,sinto saudades o tempo todo.
O vizinho lavou o carro ao som de músicas Country Americana e eu dancei no jardim(é divertido dançar).
Rolei de rir do post da Jú. Aqui.O snoppy sempre será minha paixão.
Comprei pisca-pisca,e enfeites natalinos,até o condomínio está enfeitado,não conheço data mais mágica…
E lá se foi mais uma semana e a gente sempre acha que não fez nada, enquanto a verdade é bem outra.
Beijo beijo
Oi!

Aluga-se Uma Família!

setembro 10, 2013
E o final de semana, tinha  tudo pra ser um tremendo tédio.
Então, eis que recebo o convite para passar uma tarde com uma das famílias, que mais admiro e que tem meu respeito.
Que mim adotaram como parte dos seus.
É tão verdade quando dizem: que amigos é a família que você escolhe…

Oi!

A gente só não come o que gosta!

agosto 2, 2013
Meu pai tinha um ditado[na verdade ele era cheio dos ditados]que: a gente não só come do que gosta.Com isso eu aprendi desde cedo que melhor mesmo era aceitar determinadas situações das quais não podia fugir, pelo menos por hora parecia o certo a fazer.
Mas a questão é que ando comendo muito e bebendo coisas que eu nem sou tão fã. 
Depois que a mami veio ficar comigo, minhas manhãs mudaram.
Primeiro ela acorda, sobe as escadas e diz: bom-dia criança, “este momento eu me sinto com 5 anos de idade”.
– Como você acordou meu amor?
Respondo – eu não sei!
Ela desce e prepara um chá verde, que bebo sem reclamar,gosto de folhas verdes.
Em seguida ela pergunta já a posto do fogão: posso fazer o mingau?
Sério mãe? 
Sério!
Minutos depois estou eu e o mingau de aveia que detesto. Aí vem o discurso, você não anda comendo direito, que dia mesmo que você almoçou? Antes mesmo que eu responda, ela fala: segunda. E hoje é quinta – feira Morgânia.
Neste momento nem é bom argumentar , tentando convence-la, que meditar faz bem,eu sei que ela está certa.E que o melhor mesmo é usar do bom e velho truque que aprendi quando pequena e que ela mesma me ensinou.
É muito simples: prendo a respiração até acabar, assim você nem sente.
Sei que poderia simplesmente dizer não e pronto,mas prefiro deixar.Não posso negar que é divertido observar a mamis  brincar de casinha.
Dona Lu disse que não, mas Morgânia acha que  a quantidade de mingau vem aumentado consideravelmente,a cada dia.
Por hoje é isso pessoal , beijo beijo.

Oi!

7:08 Minutos de Pura Verdade

maio 3, 2013
Sabe quando tudo parece desmoronar à sua volta, e você acha que não existe saída, que está no seu momento: inferno astral?
Pois é,passei algumas semanas agarrada a esse terrível sentimento…Acordei,depois de achar um vídeo de 7:08 minutos, da mais pura verdade.
Acabei descobrindo,que o melhor a fazer é não esperar nada de ninguém.Que amizades infelizmente morrem,e amores também.E que nem sempre vale a pena respeitar quem não te respeita.
Mas depois de tudo, ter certeza que ainda dá pra ser feliz.
“Viva a vida sem esperar nada em troca.E talvez,quem sabe um dia a natureza te recompense por isso… “
Beijo beijo