Diário de Viagem

Antes Tarde Do Que Nunca!

julho 24, 2015

Este é um post vindo diretamente do túnel do tempo.Depois de 15 anos, mais precisamente em março deste ano voltei a Belo Horizonte para: uma formatura, um pedido de casamento surpresa e um encontro incrível com a Laura Nolasco (do blog a meniana na janela).

As fotos foram feitas com minha máquina G10 Shot da Canon, de lente fixa,então não esperem muita coisa, mas que fique bem claro: sou apaixonada por todas as minhas máquinas fotográficas até mesmo as mais simples;cada uma tem uma maneira única e especial de fotografar, então não vejo problema em fazer fotos com qualquer equipamento.

Ah, não tem foto do baile, só algumas do centro da cidade, porque estranhamente era PROIBIDO entrar na festa com máquinas fotográficas. Hahaha! Isso é uma coisa bem estranha.

E mesmo assim elas só existem, porque sou uma criatura teimosa e muito positiva. Todas as pessoas a minha volta e até mesmo estranhos que encontrei na rua, não me deixaram  esquecer por um segundo que deveria ter cuidado com minha máquina e meu celular…

Mas, se e não correr o risco, não registro nada, e sem foto não tem post para o blog,então como fazer?

Melhor pagar pra ver o que acontece, mesmo que o pagamento possa sair muito caro.

 Isto aqui é Brasil, realmente você pode ser roubado na próxima esquina, ou em cada esquina dependendo da cidade em que você esteja. É claro,toda regra tem exceção….No entanto ainda prefiro não me deixar influenciar pela crença aleia. Não tem coisa pior que poluir seu subconsciente com coisas negativas.

Dois dias,nove horas na estrada, três noites sem dormir.Uma cidade bonita;só que muito quente, quase infernal. Junte tudo isso e você tem um turbilhão de emoções. Eu diria que é  o tipo de coisa que você faz por impulso, por amar muito alguém e para conhecer gente nova.

Valeu a pena…

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

Oi Laura demorou para liberar este post, mas como já falei:  antes tarde do que nunca…Saudades!

 :)

 

Ps. O blog ficará fora do ar por alguns dias, estou mudando de casa (para o WordPress). E eu sei que a Lou como sempre vai deixar tudo perfeito.Está valendo cada centavo investido, espero que gostem!

 

Oi!

Memórias

julho 5, 2015
 

Já estou em casa, isso é bom e ruim ao mesmo tempo.

Perdoem-me, mas sinto-me realmente cansada para descrever meu último dia em Minas, agora só quero dormir. Espero que as fotos possam falar por si. No entanto nem sei porque fiz isso, tirei por puro tédio.

Antes de pegar a estrada, ouvi mais uma vez as frases que sempre faz meu coração partir ao meio:

-Fique ! Por que você precisa ir?

-Não vá!

-Você volta?

Não tenho resposta para essas perguntas.E por favor não entendam isso como ingratidão: porque não é, se ao menos houvesse uma maneira de me cortar em pequenos pedacinhos, poderia deixar um pouco de mim para cada pessoa que já passou por minha vida. Mas isso não é possível…

Obrigada por tanto amor! Mesmo vindo de pessoas que não conheço tanto assim. Este sentimento me faz forjar memórias inesquecíveis.

Amo vocês da mesma forma.

 

 

 

 

A música que ouvi na volta para casa.

Oi!

O Que Você Está Pensando Lapão?

julho 3, 2015

Ontem não foi um dia legal,e a noite chorei até dormir… Hoje só tenho vontade de trancar o quarto e engolir a chave. Agora estou usando três blusas além do meu casaco, e me sinto como uma cebola: cheias de camadas. E quando lembro da quantidade de roupas que estou usando, isso me faz sorrir.

A dona da casa fez a pergunta que ela faz todo santo dia:

– Você dormiu bem?

 E eu disse:

–  Sim!

Oh! meu Deus, agora eu vou para o inferno, porque menti para uma senhora de 82 anos.Sei que não é certo mentir, só não queria preocupa-la. Ela é tão boazinha comigo!

Também fiz a minha pergunta de sempre.

– Precisa de ajuda?

E ela sempre responde, a mesma coisa:

– Não, a casa é muito velha.

Mesmo assim lavei a roupa de cama. Durante o almoço ela comentou que seu vinho tinha acabado,que o dia estava frio o suficiente para apreciar um bom vinho. Fui até o mercadinho que fica pertinho da casa procurar um que pudesse agradar tanto ao meu gosto quanto ao dela. Não encontrei nenhum que goste, mesmo assim hoje terá vinho no jantar, mesmo que eu não costume jantar.

Prefiro beber uma taça de vinho,enquanto observo ela comer e contar suas histórias, disso eu realmente gosto; de antigas histórias de amor.

Outro dia perguntei-lhe por que não voltou a se casar já que seu marido morreu quando ela tinha 45 anos. Respondeu-me, que o amava muito e ficou com a cabeça “atrapalhada”. Acho que ela quis dizer que não tinha cabeça para isso… Bom eu acho que é uma situação muito triste ficar sozinha no mundo. Nenhuma pessoa deve ficar sozinha, não mesmo.

Eu sempre estarei do seu lado…Sempre!!!

 

Um beijo pode fazer você melhorar o humor Lapão, acredite!
Fernanda Maria essa foto é para você :)

Olhar o horizonte, mesmo que através de uma pequena janela,pode mudar sua perspectiva e fazer você enxergar,novas possibilidades… Lapão, pense nisso!

As fotos, fazem parte do projeto ” O que você está pensando Lapão. Vocês podem saber mais sobre ele clicando aqui .

:)

Oi!

Não Tenho Sono…

julho 2, 2015

Fiquei muito tempo olhando essa parte escura do quarto,antes de levantar da cama. Preciso parar de fazer isso, porque eu sei que é algo muito estranho ficar olhando esse canto sombrio. Além do mais, preciso aproveitar meus últimos dias aqui em terras mineiras…

Para o café da manhã teve: broa de milho e um biscoito com um nome um tanto peculiar e preconceituoso: calcanhar de nego,mas que eu vou chama-lo de calcanhar afro descendente. Quem será que resolveu colocar esse nome em um biscoito que nem mesmo tem formato de um pé?

 

A praça das rosas continua encantadora,só ficou ruim quando a cara do cachorro resolveu aparecer. E adivinhe? Seu cão veio ao meu encontro outra vez. Dessa vez falei educadamente para ele retirar seu animal do meu lado,porque ele só pode está tirando uma com a minha cara, não é possível. Cheguei a uma conclusão:não volto mais nesta praça, essa história acaba aqui.

Para noite: chá com rosca de canela,pois o sono sumiu…

:)

Diário de Viagem

Um Dia De Cada Vez

junho 27, 2015

Hoje fez 14°C, e isso não é muito frio. A Serra da Canastra já foi mais fria.  No entanto quando acabei de lavar minhas roupas, minhas mãos estavam queimando de tão geladas que elas ficaram. Coloquei o vestido que eu costurei mês passado e mesmo me sentindo um pouco estranha e perdida, fui aproveitar o dia.

Caminhei até a praça das rosas  com o Orfeu; mas no meio do passeio um cachorro correu em direção a ele , e eu só pude pega-lo no colo, enquanto o cão ficava cheirando minhas pernas. Fiquei tão tensa que nem tive coragem de pedir para o moço  retirar seu animal. Foi algo muito desagradável, já que ele era muito grande; tanto o cachorro como o dono dele.

O cara era realmente muito folgado, só ficava falando para não me preocupar, pois seu cão  não mordia. Por que diabos alguém anda com seus bichos  fora da guia? Isso é proibido em Brasília e deveria ser lei em qualquer lugar.

Na volta passei em uma loja e comprei pratinhos decorados. São tantas estampas delicadas – optei por essa floral na cor azul, que vocês podem observar na terceira foto.

 

Encontrei uma flor que lembra muito uma lagarta peluda.

 

E esta bougainvillea, mais conhecida como primavera, três-marias, lustrosa, santa-rita, ceboleiro, roseiro, roseta, pataguinha, e flor de papel, você escolhe :)

Essa pequena casa antiga.

 

Teve farofinha de milho outra vez no almoço, poderia ter todos os dias, que eu realmente  iria achar perfeito.

 

 

Até aqui o dia foi bom, espero que fiquei perfeito. Que assim seja !!!

Oi!

Frio, Frio

junho 26, 2015

 

Não é mais novidade para ninguém: basta o tempo esfriar que as agulhas passam a ser minhas companheiras intimas. Sinto que vou ter um treco se não tricotar, seja lá o que for.

Então, ontem acordei muito animada, e fui para o centro da cidade procurar alguma loja para comprar o material.Para minha surpresa, tudo aqui é bem caro. Por que cidade pequena tem a mania de vender as coisas mais caras em relação as grandes cidades?

É verdade que eu poderia ter comprado tudo em Brasília, e colocado na mala. Mas ao fazer isso eu perderia a oportunidade de andar pelas ruas procurando o material, conhecer lugares novos, sentir o vento frio no rosto e não teria conhecido a atendente da loja, tão calma e prestativa. Pagar um pouco a mais pode ter suas vantagens.

E como dizia meu pai: “Homem foi feito para trabalhar,dinheiro para gastar e carro pra rodar por aí…” E eu concordo em gênero, número e grau com ele.

No mais passei o dia inteiro tricotando e ouvindo Frío ,Frío de Juan L. Guerra e com uma vontade louca de dançar. Mas no meu quarto só tem o Orfeu e ele não gostou muito bem da ideia,quando eu coloquei ele no colo e saí rodopiando. Deveria ter filmado isso pra mostrar aqui hahahah!

Ah!, eis meu trabalho pronto :)

 

 

 

 

 

 

Beijo

 

Oi!

Pequena Janela

junho 26, 2015

Tenho uma pequena janela no meu quarto improvisado, tão escuro e católico. A escuridão me puxa, mas eu sempre volto para a luz.

Oi!

Memórias De Um Inverno

junho 24, 2015

 

Hoje acordei com vozes vindas da cozinha. Na verdade isso acontece todos os dias aqui;pois meu quarto fica ao lado dela e as pessoas chegam bem cedo para o café da manhã.Não estou reclamando,é só um ritmo diferente do que  estou acostumada…

Como tenho feito todo os dias desde que cheguei, saio para uma caminhada matinal com o Orfeu. Mas ele não aproveita como um cachorro normal, já que costuma se estressar com qualquer pessoa pelo caminho e tudo fica muito tenso. Tirar foto então, é um custo. Embora não tenha acontecido nada de divertido,o frio ainda é bem tranquilo e no geral o dia foi bom.

Agora preciso ir,pois o cheiro de bolinho de arroz acaba de invadir meu quarto e isso é um trem muito bom…

Acho tão divertido sair procurando produtos com embalagens que eu não costumo encontrar na minha cidade, como essa embalagem de leite.

E esse capuccinno  :)

Um piso bonito

 

 

 

 

Beijos!

 

Diário de Viagem

The Road Is Home

junho 22, 2015

 

E ontem o primeiro dia de inverno às 5:20, estava na estrada rumo a surpresas que uma viagem pode proporcionar…O sol saiu timidamente e o vento frio bagunçava meu cabelo.Para essa semana meu mundo cabe em uma mala média, e só do que preciso é: do meu cachorro, duas máquinas fotográficas, luvas, meias, cachecol, casaco e muito cappuccino.

Nove horas na estrada chego no Estado de MG com uma pequena dor de cabeça, um coração apertado, mas acreditando que terei uma semana incrível. Afinal de contas começou a estação do ano que é muito amor e minha preferida.Então que ela me surpreenda. Que assim seja!!!

 

 

 

 

 

 

 

Foto editada

Ps.As fotos deste post foram feitas com minha antiga máquina – Power Shot G10  com lente fixa.

Beijos